Imagine Belieber

30 maio 2012

Forever - 14º Capítulo



' Eu estou te olhando pelo vidro, Não sei quanto tempo se passou, Deus, isso parece ser pra sempre, Mas 
ninguém nunca te diz que pra sempre..'
- Stone Sour (Through Glass)

(...)
Algumas horas se passaram.. 
E nesse tempo que passou eu estava tentando me convencer de que o Justin não queria nada mesmo comigo, e que eu era muito idiota de poder pensar que ele gostasse de mim. Já era tarde da noite, quando eu escuto meu celular tocando.
Ligação On ¬¬
Justin: Já é muito tarde? -olho no relógio-
(seu nome): Não, tudo bem.
Justin: Tava dormindo?
(seu nome): Quase !
Justin: Posso ir até sua casa?
(seu nome): -olho no relógio e vejo que isso é uma loucura- Eu não acho que seja uma boa ideia -ele fica calado um bom tempo-
Justin: Olha..foi mal por não ter ficado com você no almoço, Na aula de Artes, é que eu fui embora depois da aula de Inglês.
(seu nome): Ta legal. 
Justin: Você ter certeza que agora é muito tarde? É que.. eu quero te ver, não vou demorar muito -eu sorrio-
(seu nome): Agente se vê amanhã na aula de Inglês.
Justin: Tive uma ideia, que tal se eu te levar pra escola?
(seu nome): É que eu vou junto com o Marcos. É melhor agente se ver na aula de Inglês mesmo. Agora tenho que desligar, tchau.
Ligação Off ¬¬ Eu desliguei antes que ele me convencesse.
Dormi.
No outro dia, levantei rapidamente, me vesti (ASSIM), até que a Carly apareceu.
Carly: Ainda continua irritada? -reviro os olhos- Vou levar isso como um sim.
(seu nome): E ai? Do que você ta fantasiada hoje?
Carly: Elizabeth Swann 
(seu nome): Piratas do Caribe? (Graci On- Gente quem assistiu conhece né? Tipo assim, eu A-M-O Piratas do Caribe.. haha Graci Off)
Carly: Anham.. ! E então.. como vai as coisas entre você e o tal de Justin?
(seu nome): -ignoro ela e vou até a porta- Você vem?
Carly: Não, tenho compromisso hoje.
(seu nome): Como assim um compromisso?
Carly: Não é assunto seu.
¬¬
O Marcos tava atrasado e eu também me atrasei hoje, então quando agente chegou no estacionamento da escola, não tinha quase nenhuma vaga, na verdade só uma, era do lado do carro do Justin, que estava parado ao lado, e tipo era a melhor vaga da escola.
Marcos: Como você fez isso? -descendo do meu carro-
Justin: Isso o que?
Marcos: Guardar esse lugar. Porque cara, é a melhor vaga, você tinha que chegar no começo do ano letivo pra conseguir ela.
Justin: É? -ri e olha pra mim, procurando meus olhos, mais eu apenas, cumprimento ele com um movimento de cabeça-
(seu nome): Melhor agente ir, o sinal vai tocar.
Vou correndo para a sala, mais o Justin chega na porta primeiro que eu, me aperto pra passar no meio da Stacia e da Honor, e chuto a mochila delas.
Stacia: Oi, onde ta minha rosa branca? -olhando pro Justin e sorrindo-
Justin: Sinto muito, mais hoje não.
Eu dou de ombros e deixo minha mochila cair no chão.
Justin: Porque a pressa? -vem até mim- O Sr. Robins, ainda está em casa.
(seu nome): Como..? -como ele sabe a mesma coisa que eu sei? Que o Sr. Robins ainda está em casa?-
Justin: É que eu vi a professora substituta enquanto eu te esperava, -sorri- Ela tava meio perdida, então eu levei ela até a sala dos professores, mais ela tava tão confusa que deve estar em um laboratório de química ao invés daqui.
Assim que ele disse isso eu sei que é verdade porque eu vi ela entrando em um outra sala.

Justin: O que eu te fiz pra te deixar tão irritada? -eu olho pra Stacia e Honor que estão sussurrando algo e me olham- Ignore, elas são umas idiotas -ele coloca sua mão em cima da minha- Me desculpa por não ficar com você muito tempo, é que eu tive uma visita que não pude evitar.
(seu nome): Ta falando sobre a Drina?
Justin: (seu nome)... -ele começa-
(seu nome): Você viu a Alice ultimamente? Ela é uma mini cópia da Drina, se veste como ela, age como ela, inclusive tem a mesma cor dos olhos dela. É sério vai até nossa mesa do almoço que você vai ver -eu encaro ele como se fosse sua culpa-
Justin: Não é o que você pensa.
(seu nome): E você não tem ideia do que eu realmente penso.
Justin: Deixa eu corrigir as coisas com você. Me deixa sair contigo, pra algum lugar especial, por favor?

Eu não olho pra ele, mais sinto que ele está olhando diretamente pra mim, mais eu quero que ele fique preocupado, pelo menos com dúvidas, quero prolongar isso o máximo que puder.
(seu nome): Talvez.
¬¬

Assim que terminou o terceiro período, eu saí da sala e encontrei o Justin me esperando na porta, eu pensei que fosse só pra fazer companhia para o almoço.
(seu nome): Espera ai que eu vou só guardar minha mochila.
Justin: Não precisa -passa o braço pela minha cintura- A surpresa começa agora.
(seu nome): Surpresa? -assim que eu olhei pra ele o mundo inteiro se encolheu, restando apenas eu e ele-
Justin: Como eu disse, eu vou te levar pra um lugar especial, tão especial que você vai esquecer meus erros.
(seu nome): E as nossas aulas? Vamos pular o resto do dia? -cruzei os braços-
Ele sorri e se inclina pra mim, seus lábios roçando meu pescoço e dizendo 'Sim' e eu me afasto
(seu nome): Como?
Justin: Não se preocupe -sorri, aperta minha mão e me leva até a saída- Vai estar bem comigo.
(...)
(seu nome): OMG, Disneylândia? -descendo do carro-
Justin: Me falaram que é o lugar mais feliz da Terra -sorri- você já veio aqui? 
(seu nome): Não
Justin: Então, eu vou ser seu guia.. ! -coloca seu braço em volta da minha cintura, me conduzindo para a entrada-
Justin: É melhor vir durante a semana, que não tem muita gente. Eu vou te mostrar o New Orleans é a minha parte preferida.
(seu nome): Você vem sempre por aqui?
Justin: Como eu me mudei a pouco tempo.. mais não significa que eu nunca tive aqui antes.
Fomos primeiro na Mansão Assombrada, depois fomos para a atração dos Piratas do Caribe, e assim que saímos
Justin: De qual gostou mais?
(seu nome): Dos Piratas.. eu acho -ele me olha- Na verdade os dois foram bem legais, mais é que os Piratas têm o Johnny Depp e isso é uma boa vantagem não acha?
Justin: Johnny Depp? É com isso que eu vou competir? -eu apenas sorrio- Quer ir de novo?
(seu nome): Quero -feliz-
Então agente foi as mesmas atrações outra vez, depois fomos ao restaurante Blue Bayou, que é dentro dos Piratas do Caribe
(seu nome): Bom.. o parque é enorme e tem mais de duas atrações, e as outras que não tem nada haver com piratas ou fantasmas ok?
Justin: -ri- Eu ouvi isso mesmo.
(seu nome): Eles tinham uma que se chamava Missão a Marte, Era mais conhecida como a atração dos beijos porque era bem escuro lá dentro. Ainda tem? -eu coro, quando percebo que eu disse entusiasmada demais com a ideia- Não que eu queria ir, só por curiosidade mesmo.
Justin: -com um sorriso divertido- Não, já acabou há muito tempo.
(seu nome): Você ia a atração dos beijos quando tinha quantos anos? 2 anos?
Justin: Eu não, isso foi bem antes de mim.
¬¬
Justin: E agora eu estou perdoado? -com seus braços em volta de mim, e dando um beijo no meu rosto, eu apenas sorrio-



Continua !

E ai meus amores estão gostando dessa IB? Eu espero que sim, viram como eu disse, se vocês comentarem eu posto Todos os dias.. MEU DEUS, O BLOG PASSOU DE 50.000 VISUALIZAÇÕES, Obrigada gente, amo vocês sz. 
Respondendo:
Isabelly: Ui, a novinha só tem 12 anos.. haha ! Você vai ter que me levar sim RUM ! Ai mais se ele fizer isso em todas as apresentações de Boyfriend eu vou pirar na boa.. ! kk AAA.. também quero assistir esse negócio que vai passa na TNT.. ! kk ¬¬Filha quem ta te iludindo dizendo que eu te amo hein? ! kkkkkkk

Gente a escritora nova é a Milena.. gostaram dela -espero que sim- ? Acho que logo ela posta os personagens.. mais eu não quero que vocês parem de comentar na minha IB hein? kkk ~tenho ciúmes~ haha !

Hoje é um dia muito especial porque, 4 anos atrás, dia 30 de maio de 2008 nasceu Jazmyn Kathleen Bieber minha gatinha.. ! Parabéns amr, tudo de bom pra você e sempre, eu e todas as Beliebers amamos você e o Justin também.. haha
Beijos

Oi galerinha *u*

Oi amores
Tudo bem ? eu to ~ngm pergunto~
Só passei pra avisar , que agora duas pessoas cuidam do Blog
que é a Graciele ( e quem ta escrevendo sou eu >) Milena
A Graci vai continuar com a Imagine Belieber dela , e eu vou fazer a minha , que vai se chamar

'TURN TO YOU'

Ou seja , espero que vocês gostem , porque vou fazer com MTMTMT carinho Ok ok ? *-*
 Obrigada pela atenção de vocês s2'

29 maio 2012

Forever - 13º Capítulo + Nova Escritora

'..Lembre-se desse momento, No fundo da minha mente, Quando estávamos lá com nossas mãos tremendo, 
A multidão se levantou e foi à loucura..' 
- Taylor Swift (Long Live)

Chegamos na casa do Marcos ele nos esperava na porta. Entrou no carro.
Marcos: Olha quero saber de tudo hein? Do começo ao fim, todos os detalhes sem deixar passar nada ok?
(seu nome): Do que você ta falando?
Marcos: Justin? Eu ouvi fala que vocês estavam se beijando na piscina, fazendo coisas.. em baixo da luz da Lua.
(seu nome): Onde quer chegar com isso?
Marcos: Olha, a notícia já se espalhou, então não negue falou? Eu queria ter te ligado ontem mesmo, mais só que o meu pai confiscou meu celular e me arrastou  para um treino, e eu fui como uma garota -ri- Deveria ter visto, agi totalmente afeminado e ele ficou horrorizado. É bom pra ele aprender. Enfim, voltando ao que interessa, vamos a revelação começa agora, pode me contar tudo. Foi tão incrível quanto sonhávamos?
(seu nome): Lamento te decepcionar, mais não tenho nada pra contar.
Marcos: Não foi isso que a Alice disse.
(seu nome): Ok, nos beijamos, mais foi só uma vez -ele me olha sorrindo suspeitando- talvez, duas vezes, não sei, eu não contei -envergonhada, mais esse beijo é repetido tantas vezes no meu cérebro que eu sei de cor-
Marcos: E...?
(seu nome): E nada.
Marcos: Ele não te ligou? Mensagem? E-mail? Não foi te visitar? -chateado- Mais.. o que ele disse? Tipo foi a festa né? O que ele disse por último? -determinado a buscar uma esperança- 
(seu nome): Hun... -pensei- ele disse Lembrança?
E assim que eu disse isso percebi que é um mau sinal, porque ninguém vai levar uma lembrança de um lugar que for voltar. Marcos me olha.
(..)
Mesmo que eu não vou mais pensar no Justin, não significa que eu não me decepciono quando eu chego na sala de Inglês e percebo que ele não ta ali. Me fez pensar que isso ta se tornando uma obsessão, pra mim.. nosso beijo parecia algo mais do que um simples beijo, mais isso não quer dizer que ele sinta a mesma coisa.
É porque pra mim, foi tão forte, tão verdadeiro. Não importa o quanto eu tente, não consigo me esquecer a imagem dele e Drina juntos, um perfeito Conde Fersen com uma Maria, enquanto eu como a pior imitadora do mundo. Estou a ponto de ligar meu iPod quando o Justin entra junto com a Stacia na sala, alegres e sorridentes, e dois botões de rosas brancas na mão dela. E quando ele larga ela na mesa dela e vem até mim, eu finjo que não o vejo, mexendo em uns papéis.
Justin: Oi 
Ele age como se tudo fosse perfeitamente normal, como se não houvesse passado menos de 48 horas que ele me pegou e depois largou. Eu me forço a bocejar, esperando parecer entediada, cansada e sobrecarregada por atividades que ele nem pode imaginar, me inclino para pegar minha caneta no chão e quando volto uma tulipa vermelha em cima da mesa.
(seu nome): O que houve? Acabou as rosas brancas? 
Justin: Eu jamais te daria uma rosa branca -buscando meus olhos nos seus-
Mais eu apenas me recuso a olhar pra ele, só pego minha mochila e finjo procurar algo e vejo que esta cheia de tulipas.
Justin: Você é certamente uma garota de tulipas; tulipas vermelhas. -sorri-
(seu nome): Como é excitante pra mim -irônica, sem ter a menor ideia do que isso significa-
(...) 
Quando chego na nossa mesa do almoço, estou suando frio, me perguntado se o Justin está lá, se a Alice ta lá, porque mesmo que eu não tenha falado com ela desde de sábado, aposto qualquer coisa que ela ainda ta aborrecida comigo. Passei a aula toda de Química pensando em um discurso, mais no momento que eu a vejo esqueço tudo.
Alice: Olha quem está aqui -me olhando-
Me sentei junto com o Marcos que estava muito ocupado enviando mensagens.
Alice: Eu tava contando pro Marcos o que aconteceu no Nocturne, só que ele ta me ignorando.
Marcos: Eu já fui forçado a te escutar a aula toda de História e ainda cheguei atrasado na aula de Espanhol porque você ainda não tinha terminado de contar.
Alice: Na verdade você ta é com ciúmes -ai ela olha pra mim e tenta se corrigir- Não que sua festa não tava boa, porque tava, mais só que lá era mais o meu ambiente sabe?
Apenas dou de ombros sem querer escutar sobre o Nocturne ou Drina. Assim que eu encarei Alice me assustei porque as lentes dela habituais amarelas foram substituídas por uma verde, um verde familiar que me tira a respiração. Um verde que só pode ser descrito como o verde dos olhos da Drina.
Alice: Você devia ter visto, lá tinha uma fila enorme na entrada, mais eles nos deixaram entram logo que viram a Drina, nem precisamos pagar, tipo assim pagar nada sabe? Eu fiquei no quarto dela, e ela ta em uma incrível suíte no Hotel St. Regis e eu consegui um lugar permanente pra viver, você tinha que ver, tem vista pro mar, mini-bar. Tudo! -entusiasmada-
Pressionei os lábios e olhei pro resto da aparência dele, agora seu delineador é mais suave, parecendo ao estilo da Drina, e seu batom vermelho-sangue agora é um rosado mais leve, como o de Drina. Seu cabelo que sempre foi alisado desde que eu a conheço agora está ondulado e o penteado é igualzinho ao da Drina, e quanto ao vestido é feito sobre medida, clássico, como algum que a Drina certamente usaria.
Alice: Onde o Justin ta? -me olha como se eu deveria saber- O que aconteceu? Eu pensei que agora iriam andar agarrados.
Antes que eu pudesse responder, Marcos larga seu celular e olha pra Alice tipo assim 'Olha bem o que vai dizer'. 
Alice: Tanto faz, eu só quero que você saiba que eu não me importo se você ta com o Justin, não se preocupe ta? Já é um caso completamente superado, sério mesmo.  Promessa de dedo mindinho?
Eu sem muito ânimo enrosco meu dedo mindinho ao redor do dela e fico surpresa com a energia dela, ela realmente está sendo sincera. Porque tipo assim, no sábado eu era sua inimiga, e agora ela nem se importa, mais eu sei o porque.
(seu nome): Alice -penso se eu devo fazer isso, mais ai percebo que não tenho nada a perder mesmo, e ela me olha sorrindo esperando-
(seu nome): É... quando vocês foram ao Nocturne viram o Justin? -ela me olha confusa- É que.. bom ele foi pouco tempo depois que vocês saíram, então eu pensei que..
Alice: -me interrompe- Não, eu não vi ele por lá. 

Mesmo sabendo o que verei, escolho esse momento para dar uma olhada em todo o sistema social do refeitório, hierarquização por ordem alfabética, começando com nossa pobre mesa Z e caminhando para a mesa A. perguntando-me se encontraria Justin e Stacia brincando em um leito de rosas brancas, ou envolvidos em qualquer atividade que preferiria não ver.
Mas enquanto eu ainda estava à mesa fazendo as mesmas atividades de sempre, com as mesmas pessoas de sempre, ao menos por hoje a mesa estava livre de flores.
Acho que é porque Justin não está aqui.

Continua !

Ta pequeno né? Eu sei u.u ' Meninas vocês não comentam.. Assim não tem como eu continuar. ' Se tiver coments continuo amanhã mesmo amores.

NOVIDADE PRA VOCÊS..
NOVA ESCRITORA !!
Eu tenho uma amiga que escreve IB e ela vai começar a postar hoje mesmo ~é claro se vocês gostarem da ideia~
E AI O QUE ACHAM? COMENTEM

26 maio 2012

Forever - 12º Capítulo



'Eu viajei através deste romance para buscar a verdade, 
Enterrada sobre todas as mentiras, 
E eu entenderei esta distancia...'
- Goo Goo Dolls
Sabendo que eu nunca deveria ter deixado que ele me beijasse, e nunca ter convidado ele a...
Sabrina: Aí está você! -me pegando e me levantando- Eu estava te procurando, Eva disse que vai ficar só pra te fazer uma leitura.
(seu nome): Mais eu não quero fazer leitura nenhuma. -Eu só quero ir pro meu quarto e dormir-
Só que Sabrina esteve bebendo e estava muito alegre para me ouvir, então ela me levou até onde a Eva estava.
Eva: Oi (seu nome) -sorri, enquanto eu sento e a Sabrina saí- Pode levar todo o tempo ta? -sorrindo, eu olho para as cartas de tarô espalhadas-
(seu nome): Nada pessoal, mais eu não quero fazer leitura nenhuma. 
Eva: Então não vou fazer. -começa a juntar as cartas- O que você acha de fazermos para sua tia ficar feliz? Ela se preocupa com você, se está dando liberdade o bastante ou demais. O que acha? -eu reviro os olhos- Ela vai se casar, sabe -encaro ela- Mas não hoje -ri- Nem amanhã. Então se precisa de preocupar.
(seu nome): Porque me preocuparia? Eu só quero que a Sabrina seja feliz e se for preciso se casar, tudo bem. 
Eva: Verdade. Mas você já experimentou tantas experiências esse ano passado não foi? Mudanças as quais você ainda está tentando se ajustar. Não é fácil né?
Eu nem respondo, porque deveria? A vida está cheia de mudanças, grande coisa. Não é esse o ponto? Crescer e mudar e seguir em frente? 
Eva: Eai como está lidando com seu dom? -virando algumas cartas e deixando outras de cabeça pra baixo-
(seu nome): Meu o que? 
Eva: Seu dom psíquico -sorri como se fosse um fato-
(seu nome): Não sei do que você ta falando -pressiono os lábios e olho ao redor da sala, vendo Marcos e Eric dançando com Sabrina e perto deles, Carly-
Eva: É difícil no início né? Acredite em mim, eu sei como é. Fui a primeira a saber sobre a morte da minha vó. Ela veio no meu quarto e parou na beirada da cama e acenou dando tchau. E eu só tinha 4 anos, então você pode imaginar como os meus pais reagiram quando eu corri para a cozinha pra dizer pra eles -ela ri- Mais você me entende, porque você também os vê, certo?

Eu simplesmente encaro as cartas, minhas mãos apertadas, sem dizer uma palavra.
Eva: Pode ser isolador, mais não precisa ser. Você não precisa se esconder debaixo de um capaz, matando seus tímpanos com umas músicas que você nem gosta. Tem várias formar pra lidar com isso, e eu ficaria muito feliz em te mostrar (seu nome), você não precisa viver assim.

Eu me levanto, minhas pernas estão tremendo, inseguras, meu estomago instável. Essa mulher é louca e acha que o que eu tenho é um dom. Ah me poupe né? Eu sei muito bem que é só um punimento pelo que eu fiz e o que eu causei. É meu fardo e eu tenho que lidar com ele. 
(seu nome): Não tenho a mínima ideia do que você ta falando
Eva: -desliza o cartão na minha direção- Quando você estiver pronta pode vim conversar comigo
(seu nome): -peguei o cartão, e eu só peguei essa droga porque Sabrina estava perto- Terminamos? -ansiosa-
Eva: Só mais uma coisa.. eu estou preocupada com sua irmã, não acha que é hora dela seguir em frente?
Eu olho pra ela, tão convencida e sábia, julgando minha vida quando ela nem mesmo se quer me conhece.
(seu nome): Pra sua informação Carly já seguiu em frente! Ela ta morta! -derrubo seu cartão todo amassado sobre a mesa, e nem se quer me importo com quem vai ver-
Eva: -sorri- Eu acho que você sabe o que eu quis dizer.
(...)
Depois que todos os convidados foram embora, eu subi para o meu quarto, deitei na cama e fiquei pensando em tudo que aconteceu.. no que a Eva me disse sobre a Carly.
Eu sempre pensei que ela não tivesse assuntos pendentes e que não houvesse nada prendendo ela aqui, e que me visitava porque ela queria, já que eu nunca pedi pra ela vir. Era algo que ela decidiu sozinha, e acredito que o tempo que ela não ta comigo ela passa no céu. Mesmo sabendo que a Eva só quer me ajudar, como uma irmã vidente mais velha.. só que o que ela não intende é que eu não quero ajuda. Embora eu queria ser normal de novo, e voltar a ser do jeito como era antes, eu sei muito bem que esse é meu castigo. Esse horrível dom é o que eu mereço por tudo que eu causei, pelas vidas que eu destruí e agora tenho que viver com isso. 

Quando eu finalmente durmo, sonho com o Justin, e no sonho inteiro eu sinto ele tão poderoso, tão intenso, tão urgente, que acabo pensando que é real. Mais pela manhã lembro só de partes fragmentadas, imagens deslocadas sem começo e nem fim. A única coisa que lembro claramente é nós dois correndo em direção a algo que não posso ver. 
(..)
Segunda feira de manhã
Carly: Porque você ta tão mal-humorada? -sentada na cama com uma fantasia de Zorro-
(seu nome): O Halloween terminou ! 
Carly: Não me diga? -sínica- Eu gosto da fantasia ta legal? To até pensando em usar fantasias todos os dias -olho no espelho e coloco meus brincos-
Carly: Não acredito que você ainda vai continuar usando isso. Eu achei que você estivesse namorando. -eu me viro tipo assim 'O que você viu?'- Heelooo? Na festa.. piscina.. Ou foi só uma ficada?
(seu nome): O que você sabe sobre ficar? Você só tem 12 anos! E porque tava me espionando? 
Carly: Como se eu fosse perder meu tempo espionando você sendo que eu posso ver coisa bem melhor. Para sua informação, casualmente eu fui lá fora no exato momento em que você tava metendo a língua na garganta desse tal de Justin, e pode acreditar eu não queria ter visto.
Sacudo minha cabeça e fico revirando minha gaveta de roupas, transferindo minha raiva.
(seu nome): Bom, eu odeio te dar a notícia, mais ele dificilmente será meu namorado, não falo com ele desde... -meu estômago embrulha, e eu pego minha blusa cinza e coloco sobre minha cabeça-
Carly: Se você quiser eu posso espioná-lo, ou assombrá-lo -sorrindo-
Eu olho bem pra ela e suspiro, uma parte de mim querendo que ela faça isso, e a outra parte mais consciente sabendo que eu devo seguir minha vida em frente e esquecer o que aconteceu.
(seu nome): Eu só quero que você fique fora disso, Beleza?
Carly: É que eu quero passar por uma experiência normal de colégio sabe.. Mais você decide. ! AAAh.. o Brendon está disponível novamente.
Eu simplesmente pego meus livros e coloco na mochila, essa notícia sobre o Brendon não me fez sentir nem um pouco melhor.
Carly: Sabe, a Rachel terminou com ele no Halloween quando pegou ele beijando uma coelhinha da playboy. Era a Helaize Watson vestida como uma.
(seu nome): Sério? Helaize Watson? Você deve ta brincando. 
Carly: Você tem que vê-la eu perdeu mais de 20 kg, tirou o aparelho, fez progressiva no cabelo, ela ta totalmente diferente. Só que o pequeno detalhe é que agora ela age totalmente diferente também, você sabe com uma PU com um T e um A.
(seu nome): Eu acho que você não deveria espionar as pessoas, é muito sem educação da sua parte sabia? -vou até a porta-
Carly: Não seja idiota, é legal manter o contato com nossos antigos vizinho -rindo-
(seu nome): Você vem?
Carly: Claro, vamos ver quem vai chegar primeiro.
Ela saí correndo e escorregando no corrimão, sua capa do Zorro flutuava.
¬¬
Continua com 10 comentários !

Gente olha eu nem ia postar mais como eu sou boasinha postei. E ai viram esse design vermelho? haha :x gostaram? Espero que sim, foi eu mesma quem fez. !
Olha eu sei que ta horrível, mais eu quero postar TODOS os dias gente, comenta ai vai.No próximo cap o Justin aparece ta legal?

Divulgando: Amor Inesperado <--- Clica.

Respondendo:
Isabelly: O que você vai ver na TNT?? Pois é eu trabalho, porque você não trabalha também.. kk Eu não mereço ir ao M&G com você? -é isso mesmo produção?- #EuRi com essa musiquinha sua.. haha ! NOSSO idiota e retardado né? kk intaum, se toda apresentação de Boyfriend ele pegar no Jerry daquele jeito eu vou PIRAR.. ! AAIn eu vi ele na formatura haha, foi muito engraçado. Bitch Please I'am Fabulosa ² -adorei isso-
Karol: Então, também não gosto nadinha dessa Drina u.u O site tava travando muito né? Eu acho que é porque tinha muita gente vendo. ' haha
Rafaela: Claro Linda, já divulguei e vou ler ta bom?
Bianca: Será mesmo que ele é um vampiro hein? #suspense
Palomynha: Eu continuei gata e ai?
Caah: Ain muito obrigada amr, eu também gosto que demore mais pra dar emoção.. haha
Thaynara: Então, ela é um estraga prazer viu? kk
Júlia: Drina é aquela que apareceu no hotel junto com o Justin lembra? 

Beijos !

24 maio 2012

Forever - 11º Capítulo

'Você sabe que eu sou uma vadia louca, faço o que eu quiser 
quando quero, tudo o que quero fazer é perder
o controle, mais você não está nem aí..'
-Avril Lavigne (Smile)

Sento-me em uma das cadeiras e ajeito minha saia no meu colo, vendo os balões aquáticos mudando de cor e deslizando pela piscina, e estou tão perdida em meus pensamentos e na incrível vista diante de mim, que a principio não noto quando o Justin aparece.
Justin: Oi -sorrindo, quando eu o vejo meu corpo inteiro se aquece- É uma boa festa, Estou bem feliz por ter vindo mesmo sem ser convidado -senta do meu lado, eu estava muito nervosa para responder- Está uma boa Maria -seus dedos agora tocam a longa pluma negra que eu coloquei na minha peruca- 

Eu pressiono meus lábios, ansiosa, nervosa e tentada a fugir, então eu respiro bem fundo e relaxo, permitindo viver um pouco, nem que seja por uma noite.
(seu nome): E você é um ótimo Conde Fersen.
Justin: Por favor me chame somente de Axel -ri-
(seu nome): -ri- nossa te cobraram um extra por causa do furo? -apontando para a parte rasgada perto de seu ombro-
Justin: Isso não é um furo, é o resultado de um fogo de artilharia.
(seu nome): Sei.. -ri-
Justin: Porque você não esta na fila de leitura, com a.. Eva.. eu acho. -sussurra, seus dedos passeando pela minha bochecha, fazendo a curva da minha orelha, enquanto seus lábios estão tão próximos que nossa respiração se mistura. Eu apenas encolho os ombros e pressiono meus lábios, desejando que ele cale a boca e me beije de uma vez.
(seu nome): Eu... eu não sei.

Porque ele ainda insiste em conversar? Será que ele ainda não percebeu que talvez essa seja minha última experiência como uma garota normal? Que talvez eu nunca mais tenha uma oportunidade como essa?
(seu nome): E você? Porque não esta na fila? 
Justin: É uma perda de tempo -ri- Não é possível ler mentes ou prever o futuro. Não é mesmo?
Eu apenas desvio meu olhos e olho para a piscina, que agora está formando um coração.
Justin: Acha o contrário? -agora seus dedos estão no meu queixo, puxando meu rosto para encará-lo-
(seu nome): Não.. Não estou sendo contrariada -sorrindo-
Justin: O que é engraçado? -desliza seus dedos sob a minha franja procurando minha cicatriz em minha testa me fazendo recuar- Como você conseguiu isso? 

Ele olhou pra mim com tanto carinho e sinceridade que eu estou a ponto de lhe contar a mais pura verdade. Mais eu não posso fazer isso, porque essa noite eu tenho que ser outra pessoa. Esta noite eu posso namorar e jogar, e tomar decisões imprudentes que eu provavelmente irei me arrepender depois. Porque essa noite eu não sou (seu nome) eu sou Maria e ele é o Conde Fersen, eu sei que uma hora ele vai calar a boca e me beijar.

(seu nome): Não quero falar sobre isso. -vejo que os balões na piscina agora são vermelhos e estão formando uma tulipa-
Justin: Do que não quer falar? -me olhando com aqueles olhos castanhos que me atrai-
(seu nome): Apenas não quero falar. -prendo a respiração enquanto os lábios dele pressionam os meus-


Bom, se eu achava a voz dele incrível com o jeito que me envolvia, se eu achava o toque dele era incrível, bem... o jeito que ele beijava era de OUTROMUNDO. Ta, você pode até achar que eu esteja exagerando pois eu não beijei muitos garotos. Mais Putz, beija o Justin que você tira a prova. PQP ;
Ele se afasta de mim por falta de ar e olha nos meus olhos, eu apenas fecho meus olhos de novo, e puxo ele para mais perto, o beijando novamente.


Até que Alice chega
Alice: Eu estava te procurando.. Deveria saber que você estava escondida aqui né?
Eu me afasto do Justin, horrorizado por ter sido pega no flagra depois de ter jurado que nem gostava dele. Tenso.
(seu nome): Nós só estávamos...
Alice: Eu não quero saber dos detalhes. Só vim te dizer que eu e a Stefani estamos indo embora.
(seu nome): Já?
Alice: É.. Minha amiga a Drina passou aqui, e vai nos levar pra uma outra festa. Se quiserem ir também.. embora pareçam ocupados.
Justin: Drina? -levantando-
Alice: Você conhece ela? -mais era tarde demais o Justin já havia saindo correndo, eu e Alice saímos correndo atrás dele-
Agarro Alice pelo ombro e sou preenchida por tanta escuridão, uma raiva tão grande, que as palavras que eu ia dizer pra ela, se congelam na minha língua.
Alice: Eu disse que você era horrível mentindo. 

Eu suspiro profundamente, e vou até a sala meus olhos fixos no Justin, percebendo o quanto ele é rápido, E quando eu finalmente os encontro, eu me congelo ao vê-lo juntos, ele tão Lindo e ela também vestida como Maria Antonieta, tão delicada.
Drina: Bom.. você deve ser...
(seu nome): (seu nome) ! -percebendo como sua voz é Linda, lábios perfeitos rosas que mostram seus dentes brancos, eu viro para o Justin esperando que ele possa me explicar como a loira do hotel aquele dia apareceu na minha sala, mais ele está ocupado demais olhando pra ela, que nem percebeu minha existência.
Justin: O que você está fazendo aqui? 
Drina: Alice que me convidou. -sorri-
Enquanto eu estou olhando para ele, meu corpo se enche com um frio.
(seu nome): Como vocês se conheceram? -notando como o comportamento do Justin mudou, tipo assim do nada, ele está tão frio, gelado e distante, como uma nuvem negra onde o sol costumava estar.
Drina: Conheci Alice no Noturno, estamos indo pra lá agora, espero que você não se importe que eu a roube né? -eu estreito meus olhos, lutando para conseguir alguma leitura, mais os pensamentos dela estão inacessíveis, e a aura dela é inexistente-
Drina: Nossa, como eu sou boba, você estava se referindo ao Justin né? -ri- Nós nos conhecemos no Novo México. 
Justin: New Orleans. -no mesmo momento que ela disse 'Novo México'-
Drina: -rindo- Bom.. nos conhecemos a bastante tempo -estendendo sua mão até a minha manga, os dedos dela passando pela ponta, até os meus pulsos - Lindo vestido -segurando ele com força- você mesma que fez?
Eu me solto, menos em choque por ter sido gozada e mais pelos dedos frios dela, o arranhão das suas unhas afiadas congelando minha pele e enviando gelo nas minhas veias.
Alice: Ela não é Legal? -se referindo a Drina-
Stefani: Nós precisamos ir, se quisermos chegar no Noturno até a meia noite né?
Drina: Você é bem vinda a se juntar a nós -sorri- Limusine. 
Eu olho para a Alice e posso ouvir ela pensando: diz que não, diz que não, por favor diz que não.
Drina olha entre o Justin e eu.
Drina: O motorista está esperando.
(seu nome): -olho para ele- se você quiser ir vai. Já eu não posso sair da minha própria festa né?-dou um risinho tentando parecer calma-
Drina olha para nós, rosto ansioso, e leva um choque quando o Justin pegou na minha mão ao invés da mão dela.
Drina: Foi muito bom te encontrar (seu nome). Mais tenho certeza que iremos nos ver outra vez.
Elas vão da entrada da garagem até a rua, e eu apenas me viro para o Justin.
(seu nome): Então? Quem devo esperar em seguida? Stacia? Honor? -nervosa e ciumenta-
Mias no segundo que eu falo eu me arrependo por ter sido tão patética. Eu não posso me sentir surpresa com a visita da inesperada da Drina, o Justin é apenas um jogador. Simples assim. Hoje só aconteceu por.. sei la.
Justin: (seu nome) -passa seu polegar na minha bochecha- 


Eu começo a me afastar, nem um pouco afim de ficar ouvindo as desculpas dele, mais ele simplesmente olha pra mim 
Justin: Eu tenho que ir também.
Eu busco nos olhos dele, minha mente aceitando a mais pura verdade, mais meu coração se recusa a ouvir, ele vai só pra poder alcançar ela.
(seu nome): Ok, Vlw por vir. 
Ele apenas sorri e tira as penas da minha peruca e a guia pelo meu pescoço, e bate a ponta no meu nariz.
Justin: Lembrança? -ele chega mais perto de mim e da um beijo na minha bochecha-


(PS: Ignorem a Selena ta? E você não tava sorrindo flw?) 
Eu nem tive a chance de responder antes dele ir para o carro e ir embora.

Me afundo nas escada, com minha cabeça nas mãos, a peruca apertando, desejando poder desaparecer do mundo, e voltar no tempo e recomeçar tudo. Sabendo que eu nunca deveria ter deixado que ele me beijasse, e nunca ter convidado ele a...

Continua com 10 comentários !

Gente, olha eu demorei desse tanto pra postar porque não tinha comentários ta bom? E agora eu só vou continuar com 10 ou + ta? u.u E por favor não comente só 'continua' digam a opinião de vocês amores, é importante pra mim.

Respondendo:
Isabelly: Ui, eu sei que minha resposta foi pequena u.u (to sem tempo). Ain eu vou gastar depois eu começo a juntar tuuudo de novo.. kk é a vida né? iiiii se você comprar o M&G vai ter que me levar junto ta bom? ' -não quero nem saber haha- Ui, Senhora Chique que mora em SP capital. ! TEMOS o ídolo mais retardado do planeta né? e ainda diz '' I'm normal '' -conta outra né?- Eu vi ele na Billboard.. MEU DEUS, como ele tava lindo hein? E na hora que ele pegou no Jerry, O QUE QUE É AQUILO.. aiai. ' -HAHA eu vi e você não.. u.u- ! Você fala isso porque não foi você que caiu né? u.u -bolada com você- 
Júlia: Ain amiga muito tenso mesmo, já passei por isso e pode crê é foda.. haha ! Hun.. seeei .. haha -eu não posso contar kk-
Caah: Eu não sei se eu coloco eles juntos logo.. o que você acha?

QUEM VIU O JUSTIN NA BILLBOARD? ! AAAAAAAAAA QUE LINDO MEU. '

20 maio 2012

Forever - 10º Capítulo

' Trancado às sete chaves, Como eu nunca fosse sentir novamente, Preso em algum tipo de prisão 
do amor, E jogaram a chave fora..' 
- Demi Lovato (Unbroken)


Eu chego primeira e quando abro a porta esqueço de saborear minha vitoria, porque era o Justin que estava ali com flores na mão e um chapéu na outra. Assim:
 http://4.bp.blogspot.com/-a_TgdFgGLxo/Tla1BH5_elI/AAAAAAAAAHs/OgL9k6gl3oY/s1600/vogue-marie-3%2Bantoinette%2Bkisten%2Bdunst.jpg 
(ignorem a mulher, é só o homem ta?)
Assim que eu percebi do que ele está fantasiado meu coração pula.
(seu nome): Conde Axel Fersen- resmungo, quase não conseguindo pronunciar as palavras-
Justin: Maria -sorri-
(seu nome): Mais.. era um segredo.. e você nem estava convidado -sussurro, olhando para o além de seus ombros, procurando Stacia, ou a loira, ou qualquer uma, sabendo que seja impossível que ele esteja aqui somente por mim.
Mais ele sorri e me entrega as flores.
Justin: Então, foi uma ótima coincidência.

Conduzo ele até a sala de jantar, me perguntando como isso poderia ter acontecido, tentando procurar uma explicação lógica para o Justin aparecer na minha festa, vestido como minha metade.
Alice: OMG, o Justin ta aqui -ela grita, acenando.. mais no momento que vê a fantasia dele percebendo que é o amante de Maria Antonieta, ou seja meu amante no caso, seu rosto escurece e seus olhos focam em mim.
Alice: Então, quando combinaram tudo isso? -tentando parecer calma- 
(seu nome): Agente não combinou nada -esperando que ela acredite em mim mesmo sabendo que ela não acreditará, Bom... é uma coincidência muito estranha, eu mesma estou começando a duvidar, me perguntando se de alguma forma eu o deixei saber, mesmo sabendo que não-
Justin: Foi pura coincidência. -colocando seu braço na minha cintura, dando um formigamento em todo meu corpo, mais rapidamente ele tira-
Stefani: Você deve ser o Justin -parando ao lado do Jus- Pensei que a Alice estivesse exagerando mais vejo que estou enganada.. Do que é sua fantasia?
Alice: Conde Fersen -me olhando nervosa-
Stefani: Tanto faz. -pegando o chapéu dele e colocando, depois pegou na mão dele levando para outro cômodo-

Alice: Não posso acreditar. Como você foi capaz disso? Você sabe muito bem o quanto eu gosto dele, eu confiava em você caramba. -nervosa-
(seu nome): Alice, eu juro pra você, eu não combinei nada. Foi só... uma coincidência.. muuito estranha coincidência -tentando convencê-la- E não sei se você percebeu mais a sua 'amiga' -fiz aspas com a mão- da dando muito em cima dele.
Alice: -olha para a Stefani, mais em seguida vira para mim- Ela faz isso com todo mundo, e eu sei muito bem que ela não é uma ameaça pra mim, bem diferente de você né?
(seu nome): Escuta, eu não gosto dele, não quero nem saber dele.. ' O que eu posso fazer pra te convencer disso? Me fala que eu faço. -ela parece distante-
Alice: Nada, simplesmente, não me diga mais nada. Se você gosta dele ou não o problema é seu.. Bom.. você não tem culpa né? Pelo fato de ser mais inteligente e bonita que eu, então os caras sempre irão preferir você .
(seu nome): Você ta fazendo um drama por nada. A única coisa que eu tenho em comum com o Justin é o gosto por fantasias, apenas isso mais nada. Eu juro.

Ela olha para Stefani, que a essa hora já estava com o chicote do amigo do Marcos, fazendo demostrações para o Justin.
Alice: Só me faz um favor? -fim 'sim' com a cabeça- Para de mentir, você é uma droga mentindo -nervosa-
Ela se afasta de mim, em seguida olhei para a Carly que estava pulando e gritando.
Carly: Meu Deus, essa é a melhor festa, Drama! Intriga! Ciúmes! Briga! Estou tão feliz.
Eu estava a ponto de mandar ela calar a boca, mais ai me lembrei que sou a única que pode ouvi-lá, e seria meio estranho. A campainha tocou de novo, dessa vez quem chegou primeiro foi a Carly.
(seu nome): Posso ajudá-la? -percebendo que ela não está fantasiada-
XxxXx: Desculpa o atraso, mais como você deve saber o trânsito estava horrível. -ela cumprimenta a Carly assentindo a cabeça, como se pudesse vê-la-
(seu nome): Você é alguma amiga da Sabrina? 
Eva: Sou Eva, fui contratada pela Sabrina.
(seu nome): É encarregada da comida?
Mas ela só ri e cumprimenta Carly com a mão.
Eva: Eu sou a psíquica -afastando seu longo e castanho cabelo de seu rosto e se ajoelhando junto a Carly- 
Eva: E vejo que tem uma amiguinha aqui com você.
Eva: Eu sou a psíquica -afastando seu longo e castanho cabelo de seu rosto e se ajoelando junto a Carly.
Eva: E vejo que tem uma amiguinha aqui com você.  

Bom.. Ava podia até ser uma surpresa para todos, mais pode acreditar para mim era mais. Até que a Sabrina chega.
Sabrina: Ain que bom que você veio Eva, entre aqui, fique a vontade.. e.. vejo que conheceu minha sobrinha né?
Eva: Então.
Sabrina: (seu nome) busque uma bebida para Eva -eu fico paralisada, pensando que será que Eva irá falar da Carly? Depois sai e busquei a tal bebida, quando voltei Eva estava fazendo uma leitura na Sabrina-
Sabrina: Se eu fosse você aproveitava agora, antes que a fila fique maior -seu ombro pressionado contra o de Frankestein, que, com ou sem máscara, não é o rapaz bonito que trabalha no seu prédio e nem é o bem sucedido banqueiro investidor que finge ser. Na verdade ainda vive com a sua mãe. Mas não quero dizer nada disso a ela, e acabar com seu bom humor, sendo assim eu só balanço a cabeça e digo: 
(seu nome): Talvez depois.
É bom ver Sabrina bem por algum tempo, é bom saber que tem um grupo de amigos e pelo que eu posso ver, um interesse renovado em sair com rapazes. Embora seja divertido ver a Carly dançando com essas pessoas sem ter a menor idéia e escutar conversas que certamente não deveria escutar, preciso de um descanso de todos os pensamentos aleatórios, auras vibrantes, vendaval de energias, e mais do que tudo, Justin.
Em relação ao Justin, eu tento me manter o mais distante possível, e sempre que eu o vejo ele está junto com a loira ou a Stacia, Comecei a cheirar as flores que ele me entregou hoje, 24 tulipas, mesmo que as tulipas não são famosas pelo seu aroma, de alguma maneira são intoxicantes, doces.. Me perco na fragrância do ramalhete e admitindo que ele gosta de mim, eu não posso evitar, simplesmente é assim. E não há nada que faça.. não adianta eu fingir o contrário.

Antes do Justin chegar eu tinha um destino solitário. Não que eu tivesse a idéia de nunca mais namorar, ou nunca mais me aproximar de outra pessoa, mais como eu posso sair com alguém quando o toque pode ser tão dominante? Como vou estar em um relacionamento que eu vou saber o que meu companheiro esta pensando? Embora pareça legar ler mentes, auras, mais pode acreditar não é. Eu daria tudo que eu tenho pela minha vida de antes, para voltar a ser normal como qualquer outra garota. 

Mas isso é o que é ótimo com o Justin. Ele é como um botão de desligar. Ele é o único que não consigo ler, o único que pode silenciar o som dos outros e mesmo que me faça sentir quente e maravilhosa e tão próxima do normal que algum dia fui, não posso evitar de pensar que não há nada de normal nele.Sento-me em uma das cadeiras e ajeito minha saia no meu colo, vendo os balões aquáticos mudando de cor e deslizando pela piscina, e estou tão perdida em meus pensamentos e na incrível vista diante de mim, que a principio não noto quando...


Continua com 10 comentários !

Meus amores, desculpa a demora, bom quem viu o recado do lado deve saber.. pra quem não viu, eu tomei a vacina da gripe sabe.. ai sexta e sábado eu não tava conseguindo escrever porque tava doendo muito meu braço, então tive só hoje pra escrever..  GOSTARAM DO DESIGN? -eu enjoei do outro haha- 
Tcho conta -MICO DO DIA-..

Fui em uma cidade vizinha hoje sabe.. tinha um encontro de jovens lá, -eu participo da pastoral da juventude, isso é da igreja, acreditem sou uma pessoa de Deus, Ui.. ! haha- Então continuando.. lá tinha um palco e agente fica fazendo umas brincadeiras bem legais.. ai essa pessoa -eu né? haha- tava lá toda alegre e feliz brincando quando um ser esbarra em mim, e eu simplesmente caio no chão.. PRA QUE? tipo assim, vai muita gente nesses encontros e é um povo animado, começaram a me zuar e tal, dizendo que eu era a menina 'Caí' porque é a segunda vez que eu caí, inventaram até uma musiquinha pra mim.. haha.. Pois é. Eu fiquei tipo 'Poker Face' haha ! -mais que foi engraçado foi, imagina a cena, todo mundo em uma roda brincando quando do nada alguém caí... haha, o ruim é quando Você é esse alguém-

Vamos ao que interessa né?
Respondendo:
Mel: Tcho pergunta, Tu é leitora nova amor? ! -parece que eu nunca te vi por aqui haha, Bem Vinda se for.. *O*-  Aiin o Christian as mina pira mesmo, mais também prefiro o MEU Justin.. u.u
Isabelly: Ain então que triste queria tanto que ele visse :( Também tava guardando dinheiro, -agora eu vou gastar tudo- O que você tem? Onde você mora? -num sei se eu já te perguntei isso, é que só meia lerda kkk-
Júlia: 15, 16? Oloco meu.. a menina só tem 12 haaha..
Se quiserem perguntar alguma coisa pra mim clica (AQUI) respondo tudo.

Beijos gatinhas.